Passar para o Conteúdo Principal

siga-nos Facebook Alfândaga da Fé Youtube Flickr

Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Doces de Alfândega em Livro

Unnamed3 1 1024 2500
04 Nov '16

Os Barquinhos, Rochedos e também os Chouriços Doces são três das iguarias do concelho de Alfândega da Fé destacadas no livro “A Doçaria Portuguesa · Norte”. Trata-se do 1º volume do maior inventário de doces portugueses, desenvolvido por Cristina Castro, responsável pelo projeto “No Ponto”. A obra vai ser apresentada a 12 de novembro em Guimarães.


A coleção A Doçaria Portuguesa, composta por cinco volumes, visa facultar ao público o mais abrangente inventário da doçaria portuguesa contemporânea. Resultado de um trabalho de investigação e pesquisa bibliográfica complementado com informação recolhida in loco, contou a orientação Virgílio Nogueiro Gomes e da historiadora Isabel Fernandes. As fotografias são de Gonçalo Barriga e as ilustrações de Ana Gil.


O primeiro volume é inteiramente dedicado ao norte do país e de entre os 150 doces destacados encontram-se as especialidades de Alfândega da Fé. Todas com o sabor da tradição associado e com um ingrediente em comum: a amêndoa, uma das principais produções agrícolas locais. Os Barquinhos e os Rochedos, doces típicos do concelho, apresentam também uma especificidade é que um é feito com os “desperdícios” do outro, ou seja, os Barquinhos têm na composição a gema, os Rochedos apenas a clara do ovo. A amêndoa confere também um sabor diferenciado aos Chouriços Doces. Um enchido feito à base de pão, sangue e mel aconselhado como sobremesa ou para um lanche mais adocicado.


Trata-se de produtos que a Câmara Municipal se tem mostrado empenhada em preservar e valorizar, daí o facto de se ter associado ao projeto “No Ponto”.

imagem

  • logotipo sgs
  • logotipo compete
  • wiremaze logotipo

imagem

CaptureCIG_web_Banner_Menção_Honrosa