Passar para o Conteúdo Principal

siga-nos Facebook Alfândaga da Fé Youtube 

Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Associação de Municípios do Baixo Sabor e Movhera firmam acordo de financiamento para os próximos quatro anos

Img 20220404 wa0035 1 1024 2500
05 Abr '22

O Conselho Diretivo da Associação de Municípios do Baixo Sabor, constituída pelos Presidentes dos Municípios de Alfandega da Fé, Macedo de Cavaleiros, Mogadouro e Torre de Moncorvo, chegou a um acordo com a empresa Movhera, do Grupo ENGIE, nova concessionária das duas Barragens do Baixo Sabor, para o financiamento do Fundo do Baixo Sabor para os próximos 4 anos.

O acordo, assinado hoje em Alfândega da Fé, prevê o pagamento de 400 mil euros por ano à Associação de Municípios do Baixo Sabor (AMBS), durante quatro anos. Para Eduardo Tavares, presidente da AMBS, “este acordo permite-nos abrir uma nova etapa no relacionamento entre as partes para que possamos estabelecer pontes futuras para o desenvolvimento que se quer sustentável do Território dos Lagos do Sabor. Apesar de se tratar de um passo positivo é apenas um pequeno passo em frente, pois, a AMBS, olha para a assinatura deste Memorando de Entendimento, como o início de um novo caminho, uma parceria com a empresa Movhera e o grupo ENGIE, que tem de continuar a crescer e a ser reforçada nos próximos quatro anos, uma parceria que deve ser mais abrangente na construção e implementação de uma visão colaborativa com linhas estratégicas que criem sinergias e novas dinâmicas económicas na região.”

Já Bertrand Fauchet, CEO da empresa Movhera, mostrou-se com disponibilidade "para colaborar com o desenvolvimento do Baixo Sabor" e considerou o acordo "um grande passo para a empresa para dar visibilidade no sentido de desenvolver projetos que beneficiem a economia local, a proteção do ambiente e a transição energética, pelo que estamos muito satisfeitos por fazer este trabalho em conjunto".

A AMBS espera ainda contar com a parceria da Movhera no apoio a projetos supramunicipais e com impacto direto e indireto na região como é o caso da criação da Bio-Região dos Lagos do Sabor; a continuidade do projeto educativo Junto à Terra, que envolve os agrupamentos de escolas dos quatro Munícipios; o projecto de empreendedorismo do Sabor, o projecto da criação de uma Estação Náutica polinucleada nos Lagos do Sabor; a edição e publicação de todo o projeto arqueológico do Baixo Sabor; a2.ª fase do projecto “Caminhos do Sabor - Navegar na Montanha” e o projeto História a fresco – Rota da Pintura Mural.

Recorde-se que a criação do Fundo do Baixo Sabor ficou consignada na DIA-Declaração de Impacto Ambiental que permitiu a construção das barragens do Baixo Sabor, onde ficou também expresso que este Fundo teria um financiamento de 3% sobre a receita líquida do AHBS - Aproveitamento Hidroelétrico do Baixo Sabor. Uma fórmula alterada pela EDP, em 2013/2014, da qual os municípios discordaram. Após negociações com a nova concessionária das barragens, os quatro Municípios chegaram a acordo por quatro anos e esperam um tratamento justo e sério para com o território.

  • logotipo compete
  • wiremaze logotipo

imagem

CaptureCIG_web_Banner_Menção_HonrosaAlfandega_da_Fe_Vila_educadora_PT-01_1Logo_PDAM_ano2019-05_(1)Desperdício   EIC_-_ISO_9001_-_Qualidade_Entidade_Certificada_IPAC     EIC_-_ISO_14001_-_Ambiente_Entidade_Certificada_IPAC     EIC_-_OHSAS_18001_NP_4397_-_Segurança_e_Saúde_do_Trabalho_Entidade_Certificada_IPAC     logo2020_GG_ELOGE Selo_Qualidade_Sénior_FINAL_page-0001